sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Desventuras...



 São tantas as desventuras,
Que nos fazem lamentar.
São tantas procuras

Que chegamos a cansar.

São tantas as loucuras,
Em que nos tentamos curar.

São tantas as censuras
Que nos quedamos a aceitar.

São tantas as investidas,
Que já nada faz sentido.
Buscamos soluções desmedidas,
Na emoção de um sentimento perdido.

 

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Depois do sol posto....




Poesia...



Poesia não tem idade certa,
Muito menos lugar restrito.
Tem uma mentalidade aberta,

Livre acesso ao que foi escrito.

É comparada ao amor,
Cresce como uma flor.

Sem medo, nem agito,
Parece o azul infinito.


Pode ter a vida breve,
Ou durar toda a vida.
Nascer como se escreve,
Ou ter rimas baralhadas,
Na inspiração perdida.

Do fardo, o peso árduo,
Cada qual carrega sua cruz,
Dentro de si uma centelha divina.
Uns ficam à beira do caminho,
Outros das cinzas renascem,
Todos cumprem sua sina.




Palavras...





Ah! Palavras...
Palavras perdidas,
Por onde andavam?
Por mais que as buscasse,
Não as encontrava
Quando as usava
Vinham tão tortas
Com medo de vir.
E como num toque de mágica
Começam a surgir
Tão vagamente,
Uma aqui,  outra ali.
Como o orvalho pela manhã
Salpicando as pétalas
Tão tímidas e suavemente
Com uma sede de vir
Regam minha vida.


Ah! Palavras...
Palavras amigas,
Que conseguem falar!
Aquilo que nem eu mesmo
Em longas conversas
Pude pronunciar.
Vão abrindo , soltando
O que lá de dentro vem
Tão profundo, rasgando
As dores que por dentro tenho.
Inspiram sentimentos
Expiram palavras sãs
O poder de libertar
Aquilo que por muito tempo
Teimava em maltratar…


segunda-feira, 3 de julho de 2017

Fotografia ... outra paixão.

                               Praia do Guincho (Cascais)

 

Lisboa... fonte de inspiração.


                           "Basílica da Estrela" (Lisboa)
                        Aguarela 35x25cm
 

segunda-feira, 29 de maio de 2017

A luz que procuro nesta técnica que me dá...

                               O amanhecer...
                                      (Aguarela 35x25 cm) 

sábado, 27 de maio de 2017

Aguarela... uma técnica que continuo a explorar.

                          Recantos de Lisboa 
                                   (35x25cm)

Pôr-do-sol.. Um tema fotográfico que não canso de procurar

                             Boca do Inferno (Cascais)

quinta-feira, 23 de junho de 2016

Mais um trabalho em aguarela...




"Vila no Norte..."
Aguarela 35x25cm 



sábado, 28 de maio de 2016

Aguarela... uma técnica que me fascina, na busca de novos efeitos de luz...!


                                                                          " Enseada..."
                                                           (Aguarela 35x25cm)